Professores e pais questionam ordem para reabertura das escolas da Flórida em agosto

TALLAHASSEE – Após o Departamento de Educação da Flórida emitir uma ordem executiva nesta segunda-feira, 6, para a reabertura integral das escolas em agosto, pais e professores questionam o risco diante do pico da pandemia do coronavírus nos Estado.

“Todas as escolas devem abrir em agosto pelo menos cinco dias por semana para todos os alunos”, afirmou o secretário de Educação, Richard Corcoran.

Corcoran defendeu que “fechar as escolas por um tempo tão grande coloca em rico o sucesso acadêmico do aluno, além de causar um impacto negativo no bem estar das famílias e limitar o desempenho profissional dos pais”.

O documento destaca entretanto, que “as autoridades locais têm independência para manter as instituições fechadas caso considerem que representem perigo à saúde pública”.

O governo autoriza ainda que as escolas desenvolvam planos de ensino remoto e híbrido desde que atendam os requisitos das aulas presenciais e devem “incluir todos os serviços para estudantes de baixa renda, filhos de imigrantes, sem teto, deficientes e demais populações em situação vulnerável”.

A Presidente da Associação de Educadores da Flórida, Fedrick Ingram, diz que os professores estão preocupados com a segurança pessoal. “É claro que os professores estão com medo. Eles não confiam na segurança oferecida e, a julgar pelo aumento no número de casos de coronavírus, eles estão certos”, observa Ingram no dia em que profissionais protestaram contra a a abertura das escolas e a Flórida registra 7.347 novos casos de coronavírus.

Desde que as aulas virtuais começaram no fim de março, os pais estão sendo consultados sobre a preferência de modelo para o próximo ano letivo. “Eu acho importante a socialização, mas não tenho coragem de mandar a minha filha para a escola”, opina Melina Santos, mãe de uma menina de 12 anos.

Plano de Reabertura

No início de junho, o governador Ron DeSantis divulgou um plano de reabertura das escolas – do Ensino Fundamental ao Médio – em três fases e um investimento de mais de US$465 milhões, parte da verba federal distribuída pelo Cares Act, lei sancionada no fim de março pelo presidente Donald Trump para aliviar o impacto negativo na economia do país provocado pela crise do Covid-19.

Não ficou claro, entretanto, como a verba seria alocada para resolver o problema de aglomeração. “Ninguém fala em dividir em turmas menores até porque não falam em expansão dos prédios ou contratação de mais professores. Eu não vejo como controlar uma sala de mais de 20 crianças e obedecer as regras de distância social e higiene”, opina Melina.

Desde o mês passado as escolas podem funcionar para programas de verão.

Em julho, as atividades de reforço devem ser oferecidas até, finalmente, em agosto, as aulas serem retomadas normalmente.

Em todos os processos, alunos, pais e funcionários devem seguir os protocolos de segurança como o distanciamento social de 2 metros e a higienização constante.

O uso de máscaras não é obrigatório, mas o Estado encoraja o uso da proteção. Quem estiver doente deve ficar em casa.

Pico

A Flórida vive o seu pior momento do surto do Covid-19 e já soma 213.794 diagnósticos, 3.943 mortes.

As unidades de terapia intensiva (UTI) atingiram lotação máxima em 54 hospitais espalhados em 25 dos 67 condados da Flórida, de acordo com dados publicados na manhã desta terça-feira, 7,  pela Agência de Administração de Serviços de Saúde do Estado. Mais de 300 hospitais foram incluídos no relatório, mas nem todos tinham UTIs para adultos.

Trinta hospitais relataram que suas UTIs estão com mais de 90% de ocupação. Em todo o Estado, apenas 17% do total de 6.010 leitos de UTI para adultos estavam disponíveis nesta terça-feira, ante 20% há três dias, segundo o site da agência.

Os casos de coronavírus da Flórida dispararam no último mês, com a contagem diária do Estado superando 10.000 infecções três vezes na última semana. A taxa de mortalidade por Covid-19 aumentou quase 19% na última semana em relação à semana anterior, elevando o número de mortes no Estado para mais de 3.800.

*Todos os direitos autorais reservados. Para reproduzir essa matéria é obrigatório citar a fonte e incluir um link para o Portal Manchete USA.

Na MANCHETE USA, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por US$12.99 por um semestre de nossos boletins exclusivos.