Notícias

Babá brasileira e marido são presos por abuso de menor na Georgia

Notícias
Babá brasileira e marido são presos por abuso de menor na Georgia

ATLANTA – A polícia de Marietta, na Georgia, prendeu na quinta-feira, 5, um casal por abuso sexual contra crianças. A brasileira Bia Barboni trabalhava como babá e é acusada de ajudar o marido, Daniel Matos, com o agravante de filmar cenas de sexo entre ele e os menores. 

 

Daniel Matos é técnico em computação e era considerado discreto pelas pessoas que o conheciam. “Ele prestava serviço em minha empresa, fazia a manutenção dos computadores e eu jamais imaginaria isso dele. Agora, espero que ele apodreça na prisão. Um verdadeiro lobo em pele de carneiro”, disse um brasileiro que pediu para não ser identificado.

 

Grupos de WhatsApp de moradores da Georgia imediatamente após a divulgação das prisões começaram a divulgar fotos e o boletim de ocorrência da polícia. 

 

Daniel e Bia moravam no número 846 da Tramore Rd, em Acworth. “Eu os conhecia há uns 10 anos e nunca poderia achar uma coisa dessas. Cheguei a indicar algumas vezes o serviço dela como babá”, disse uma vizinha em depoimento a MANCHETE USA.

 

Bia trabalhava durante o dia como ‘personal care’, algo como consultora de beleza. À noite, ela abria a casa para o trabalho de babá. “Imagina, os pais deixavam seus filhos na casa dela e as crianças sofriam abusos. Meu Deus! Nem sei o que eu faria se fosse com um de meus filhos”, disse Jader Homem. “Minha esposa há anos compra cremes com ela (Bia)”, completa. 

 

Segundo a polícia, “os pais não podem e não devem demorar a fazer denúncias. Em qualquer caso de desconfiança é preciso já acionar as autoridades. Uma investigação é capaz de identificar o problema com rapidez. Ao menor sinal de abuso, se há qualquer suspeita, não se deve ficar questionando a criança, nem repetindo o que aconteceu. Chame a polícia”.

 

Se condenados, Daniel e Bia podem pegar até 40 anos de reclusão. 

Outras Notícias