Notícias

Homem acusado de estuprar duas meninas em Nova Jersey é preso no Brasil

Notícias 13/09/2021/ 12:18:29
Homem acusado de estuprar duas meninas em Nova Jersey é preso no Brasil

CARIACICA/ NEWARK - Um brasileiro de 44 anos foi preso em uma operação da Polícia Civil e Federal em Cariacica, na Grande Vitória (ES), acusado de estuprar duas crianças nos Estados Unidos. A operação Dead End foi realizada na última sexta-feira (10) e divulgada pela Polícia Federal na manhã desta segunda (13).

Também foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa em que o homem estava. Ele é acusado de estupro, armazenar e distribuir material digital de cenas de sexo explícito ou pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

A PF informou que o brasileiro já havia sido acusado formalmente pelas autoridades no Estado norte-americano de Nova Jersey por abusar sexualmente de ao menos duas meninas de oito e 12 anos de idade. As investigações apontam que o crime foi praticado diversas vezes ao longo dos últimos dois anos.

O suspeito fugiu dos Estados Unidos pela fronteira mexicana após a promotoria do Condado de Essex emitir um mandado de prisão preventiva contra ele.

O Departamento de Segurança Interna dos EUA comunicou o caso no dia 30 de agosto à Representação Regional da Interpol da Polícia Federal, pois havia suspeitas de que ele poderia se esconder no Espírito Santo.

As investigações confirmaram que ele estava morando com a esposa e a filha nos fundos da casa de parentes, em Cariacica.

A Polícia Federal contatou a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente da Polícia Civil para a instauração de inquérito e início de uma investigação conjunta, em apoio ao pedido de cooperação internacional, para que as provas produzidas nos EUA fossem encaminhadas, de forma válida, às autoridades brasileiras.

Ao mesmo tempo, diligências locais conseguiram provas suficientes para fundamentar um pedido de prisão temporária contra o acusado.

"Ele sabia que já estava sendo procurado pelas autoridades americanas, então ele fugiu pela fronteira com o México, pois sabia que em um aeroporto americano seria preso e certamente passaria a vida inteira atrás das grades", informou o superintendente da Polícia Federal no Espírito Santo, Eugênio Ricas.

A PF explicou que ele fugiu para o Brasil na expectativa de não ser julgado e preso pelas autoridades, já que não poderia ser extraditado.

Agora, ele pode responder pelos crimes de estupro de vulnerável, transmissão de material pornográfico envolvendo criança ou adolescente e posse de material pornográfico envolvendo criança ou adolescente.

Outras Notícias