Notícias

Inflação pesa no bolso na ceia de Ação de Graças nos EUA

Notícias
Inflação pesa no bolso na ceia de Ação de Graças nos EUA

WASHINGTON - Sandra White geralmente conta com um peru para a ceia de Ação de Graças, mas a inflação galopante a obriga desta vez a optar por frango frito para pôr a mesa nesta tradicional festa familiar dos Estados Unidos.

"Está muito, muito caro", diz a mulher de 70 anos e moradora do bairro de East Harlem, na cidade de Nova York. Por isso, pediu a seus convidados que levassem outros pratos para a ceia desta quinta-feira.

A história se repete com Yeisha Swan, mas ela teve sorte pois um de seus parentes comprou o peru. Ela precisou cortar gastos nas guarnições, que, para muitos, são tão importantes quanto o prato principal.

"Isto é muito menos do que eu compraria. Não pude comprar presunto [...] Estou levando couve enlatada. Não é a mesma coisa", explicou Swan (42) à AFP na saída de um supermercado em Nova York.

Este ano, a inflação nos Estados Unidos vem batendo recordes, atingindo um nível que não era visto há décadas. Em outubro, o índice de preços ao consumidor nos últimos 12 meses teve uma leve queda em relação a setembro, 7,7% contra 8,2%. 

E, embora o aumento dos preços tenha se moderado nos últimos meses, os consumidores dizem passar dificuldades para pagar pelos alimentos, um duro golpe nas festas de fim de ano.

O problema agravou-se com um surto de gripe aviária que obrigou o sacrifício de cerca de 50 milhões de aves de criação, incluindo oito milhões de perus, de acordo com as estimativas baseadas em dados do Departamento de Agricultura.

Este ano, o peru está 21% mais caro do que no ano passado, segundo a Agência de Serviços Agrícolas (FSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

- Comprar menos -

O peru não é o único ingrediente tradicional da ceia de Ação de Graças que ficou mais caro.

Uma pesquisa da FSA mostrou que a mistura preparada para rechear o peru está 69% mais cara em comparação com o ano passado.

O único ingrediente "imprescindível" que baixou de preço são os mirtilos. 

Em média, uma ceia para dez pessoas, incluindo peru, recheio, ervilha, batata-doce, mirtilo, cenoura, pães e torta de abóbora, custa 64,05 dólares, 20% a mais que em 2021, afirmou a agência.

"Realmente, tive que comprar menos... Costumávamos fazer uma festa no Dia de Ação de Graças, mas não pudemos desta vez", disse o chef José Rodríguez (58), que, ao invés de fazer a ceia em casa e receber todos os seus familiares, jantará apenas com sua esposa e seus dois cachorros.

No entanto, apesar de o preço do peru ter disparado, a demanda não entrou em colapso total.

A granja avícola Wendel, perto da cidade de Buffalo, localizada no estado de Nova York, e que saiu ilesa da crise de gripe aviária, vendeu os 1.100 perus que tinha para o Dia de Ação de Graças. Agora, os clientes já podem fazer as encomendas para o Natal.

Para compensar o custo crescente das matérias-primas, a granja Wendel elevou os preços em 22%, explicou a gerente, Cami Wendel.

A rede de supermercados Walmart, por sua vez, foi na direção contrária: sua cesta de Ação de Graças, incluindo o peru, custa o mesmo que no ano passado.

(Com AFP)

Outras Notícias