Massachusetts cancela toque de recolher e mantém limite de público para conter Covid-19

Imagem de arquivo da campanha para conter o Covid-19 em Massachusetts (Foto: Divulgação)

BOSTON – O governador Charlie Baker cancelou a partir desta segunda-feira, 25, o toque de recolher em Massachusetts entre 22 e 5 horas, mas manteve as restrições de público por pelo menos mais duas semanas.

Isso significa que os restaurantes podem funcionar depois das 21h30 desde que respeitem o limite de 25% de público.

O mesmo vale para igrejas, cinemas e academias (veja a lista completa abaixo). Os funcionários ficam de fora desta soma.

As reuniões, inclusive residencias, continuam limitadas para grupos de, no máximo, 25 pessoas em locais externos e 10 em ambientes fechados.

O retorno à fase 1 da etapa 3 do plano de reabertura econômica, em vigor desde 26 de dezembro, exige ainda que os consumidores de restaurantes usem máscara o tempo todo, exceto quando estão comendo ou bebendo, limita para seis pessoas por mesa em um período de até 90 minutos.

Além disso, atrações de música ao vivo e as praças de alimentação em shoppings estão suspensas.

A última atualização da Secretaria de Saúde neste domingo (24) elevou em 3.750 as infecções e em 67 as mortes por Covid-19. O total desde o início da pandemia em março é de 475.925 doentes e 13.844 óbitos.

Estabelecimentos com capacidade reduzida para 25% a partir de sábado (26):

  • Restaurantes,
  • Serviços Pessoais (salão de beleza, casa de tatuagem, etc),
  • Cinemas, teatros e casas de show,
  • Cassinos,
  • Escritórios,
  • Lojas de varejo e atacado (inclusive mercados),
  • Igrejas e centros religiosos,
  • Escolas de direção e voo,
  • Bibliotecas,
  • Hotéis e casas de hospedagem,
  • Locais de recreação em ambientes internos,
  • Academias,
  • Estabelecimentos culturais e atividades com guia turístico.