Livro de Mary Trump vende quase 1 milhão de cópias no 1º dia

(Foto: Ansa)

WASHINGTON – O polêmico livro de Mary Trump sobre a família do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vendeu quase um milhão de cópias em seu primeiro dia, informou a editora Simon & Schuster.

A empresa afirmou que os mais de 950 mil exemplares foram um recorde para a marca e que inclui tanto dados da pré-venda e e-books.

“Too Much and Never Enough: How my Family Created the Worlds’s Most Dangerous Man” (“Demais e Nunca Suficiente: Como minha Família Criou o Homem Mais Perigoso do Mundo”, em tradução livre) promete revelar o perfil “tóxico” dos parentes e histórias íntimas de uma das famílias mais ricas e poderosas do mundo.

Segundo Mary, seu tio é um “sociopata” e seu avô, Fred, é o responsável por criar uma família problemática e fria. Ela já acusou por diversas vezes que o presidente norte-americano ignorou e ajudou a afundar seu pai, Fred Jr, no vício do alcoolismo – que o levou à morte em 1981.

“Donald seguiu a liderança do meu avô e, com a cumplicidade, inércia e silêncio dos seus irmãos, destruiu o meu pai. Não vou deixar ele destruir meu país”, disse a autora em um de seus pronunciamentos à imprensa.

Na obra, ela revelou que o republicano fraudou provas durante a Universidade pagando um colega de classe, que foi ela quem vazou documentos financeiros de Donald para o jornal “The New York Times” e que Donald tinha “problemas com mulheres” que o rejeitavam.

Na MANCHETE USA, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por US$12.99 por um semestre de nossos boletins exclusivos.