sábado, maio 15, 2021
Início Agência BM News Lava Jato e Moro tiveram influência dos EUA, afirma Le Monde

Lava Jato e Moro tiveram influência dos EUA, afirma Le Monde

(Foto: Le Monde/ Reprodução)

WASHINGTON/ BRASÍLIA – Uma reportagem do jornal francês Le Monde deste domingo, 11,  afirma que o governo dos Estados Unidos teve influência sobre a Operação Lava Jato a partir de uma conexão com o então juiz Sergio Moro . A apuração que levou “meses de investigação, entrevistas e pesquisas” permitiu a conclusão de que a Lava Jato “serviu a muitos interesses, mas não à democracia”.

Segundo o Le Monde, a relação entre os EUA e a Lava Jato começou ainda no governo George Bush . Na época, a administração do republicano buscou “aumentar a ação antiterrotista de Brasília”, criando uma “rede de especialistas locais, capazes de defender as posições americanas ‘sem parecerem joguetes’ de Washington”.

Moro teria colaborado com o país norte-americano no caso Banestado e foi convidado para participar do Programa de Visitantes Internacionais do Departamento de Estado. O ex-juiz teria aceitado e feito uma viagem aos EUA em 2007, na qual fez contatos dentro do FBI , do Departamento de Justiça e do Departamento de Estado.

A reportagem cita que Moro se encontrou em 2009 com Karine Moreno-Taxman, procuradora dos EUA especializada na luta contra a lavagem de dinheiro e o terrorismo, em um evento da Polícia Federal em Fortaleza (CE). “Em caso de corrupção, você deve sistematicamente e constantemente ir atrás do ‘rei’ para derrubá-lo”, teria dito Karine em seu discurso.

“Para que o judiciário condene alguém por corrupção , é preciso que o povo odeie essa pessoa. A sociedade deve sentir que esta pessoa realmente abusou de sua posição e exigir sua condenação”, disse a procuradora na ocasião, de acordo com o Le Monde.

Um pouco depois, quando os EUA estavam sob o comando de Barack Obama , o país teria enviado a Curitiba (PR), em 2015, agentes do FBI para receber “explicações sobre os procedimentos em andamento” na Lava Jato quando, de acordo com o Le Monde, houve um acerto entre a força-tarefa da operação e as autoridades norte-americanas.

A  reportagem do Le Monde ainda detalha diversas outras interferências da política norte-americana na Operação Lava Jato.  Por enquanto, nem Sergio Moro nem a Polícia Federal se manifestaram sobre o assunto.

* Com Agências