Kremlin nega acusação dos EUA de interferência em eleição presidencial

Vladmir Putin em imagem de arquivo

MOSCOU – O Kremlin negou nesta quinta-feira as acusações dos Estados Unidos de que tentou interferir nas eleições presidenciais norte-americanas deste ano, classificando-as de infundadas.

O diretor de Inteligência Nacional dos EUA, John Ratcliffe, disse na quarta-feira que a Rússia e o Irã obtiveram informações de registro dos eleitores antes da eleição de 3 de novembro.