Itália ‘não pode falhar’ em retomada pós-lockdown, diz premier

(Foto: ANSA)

ROMA – O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, participou neste domingo (27) de um evento sobre economia, na cidade de Florença, e afirmou que seu governo “não pode falhar” no uso de fundos para a retomada no pós-lockdown da pandemia do novo coronavírus.

Falando sobre o “Plano de Recuperação”, que usará cerca de 209 bilhões de euros da União Europeia, Conte afirmou aos presentes que “está em jogo a credibilidade desse governo e de todo o sistema nacional”. “Não podemos falhar nesse projeto”, acrescentou.

“É um tempo de renovação. Não podemos voltar à normalidade. A regeneração da economia é um fio condutor na busca para que se realize, de forma autêntica, a relação entre o público e o privado que coloque o cidadão e a pessoa humana, novamente, no centro”, pontuou.

O premier ressaltou que, além de projetos estruturais, o novo plano também foca no “desenvolvimento sustentável” da Itália e pediu que todas as forças políticas do país se unam nesse objetivo.

A Itália será a maior beneficiada financeira do inédito fundo de recuperação da UE, aprovado em julho, e que disponibilizará através de dois mecanismos, 750 bilhões de euros para os países do bloco se recuperarem economicamente da crise sanitária.

Na MANCHETE USA, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por US$12.99 por um semestre de nossos boletins exclusivos.