ICE lança outdoors para ‘educar’ povo sobre perigo de política de santuário

Filadélfia – O ICE lançou uma campanha em outdoors na Pensilvânia que, segundo eles, educará o público sobre os perigos das políticas de santuários em lugares como a Filadélfia.

A iniciativa acontece três semanas após a Anistia Internacional dos EUA erguer outdoors em cidades americanas, incluindo um próximo ao escritório de Imigração e Alfândega em Center City, para exigir liberdade aos imigrantes detidos em centros de detenção de familiares.

As administrações federal e municipal (Filadélfia) entraram em conflito com as políticas de santuário, em particular a validade dos pedidos emitidos por agências para manter os imigrantes sob custódia policial.

“Esses painéis visam claramente alimentar o fervor anti-imigrante um mês antes da eleição”, disse o porta-voz da cidade Mike Dunn. “Não é nenhuma surpresa: a Casa Branca, nos últimos quatro anos, tentou criar medo em nossas comunidades de imigrantes. As ameaças frequentes de ataques de deportação pelo ICE não fazem nada além de tornar nossas comunidades menos seguras, levando as pessoas para as sombras e longe das pessoas que trabalham para mantê-las seguras.”

O ICE avalia que os policiais devam cooperar com sua agência. E organizações não-governamentais defendem que o ICE só deveria ter direito a requisitar a custódia de alguém quando tivesse provas de que ela é perigosa à sociedade ou que já seja uma pessoa procurada.

Na sexta-feira, o ICE disse que seus outdoors ajudariam o público a entender os riscos das “políticas de não cooperação” ao mostrar cidadãos estrangeiros que, segundo a agência, foram presos pela polícia na Filadélfia e em Pittsburgh e depois libertados.

No ano passado, as prisões da Filadélfia receberam 44 detentos e mandados de prisão do ICE, mas apenas 11 dos mandados foram assinados por um juiz, disse um porta-voz da cidade esta semana.

Na MANCHETE USA, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por US$12.99 por um semestre de nossos boletins exclusivos.