ICE comemora resultados da força-tarefa contra imigração ilegal em Massachusetts

(Foto: Divulgação ICE)

BOSTON – O escritório do Serviço de Imigração e Controle de Alfândegas (ICE) em Massachusetts afirmou nesta quinta-feira, 20, que a força-tarefa, que inclui a participação da Polícia da Fronteira (CBP),  para prender imigrantes em cidades santuário começa a dar resultados.

Na tarde de quarta-feira (19) dois imigrantes que respondem a processos criminais no Estado foram presos. Eles estavam na lista dos cinco “mais procurados” da Polícia Federal dos Estados Unidos (FBI) divulgada na sexta-feira no mesmo dia que o governo federal anunciou a intensificação das operações em locais que não colaboram com o ICE.

O chefe do ICE em Boston, Todd Lyons, voltou a dizer que as políticas das cidades santuário prejudica o trabalho das autoridades federais de proteger a sociedade. Ele citou a decisão da Suprema Corte de Massachusetts de 2017 que proíbe agentes locais e funcionários de tribunais de manter um indivíduo com base apenas no status imigratório.

Presos

O ICE não revelou a identidade dos detidos, mas informou que um cabo verdeano foi preso em Brockton na quarta-feira após a  Corte local negar mantê-lo preso para ser repassado para a custódia do ICE. Segundo a agência federal, o imigrante reponde por embriaguez ao volante e assalto à mão armada.

Em Chelsea, um colombiano acusado de tentativa de estupro e assédio também foi capturado.