Governador de NY anuncia compartilhamento parcial de cadastro de motoristas

Governador Andrew Cuomo (Foto: Arquivo Getty Images)

NOVA YORK – O governador de Nova York, Andrew Cuomo, anunciou nesta quarta-feira, 12, que concordou em dar acesso ao banco de dados dos motoristas do estado para o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS) verificar as informações dos viajantes de programas especiais.  Ele deve conversar sobre isso com o presidente Donald Trump hoje.

“Se a questão é ter acesso aos dados para garantir o benefício dos programas especiais, é possível compartilhar. Mas as informações com base no status imigratório serão protegidas”, afirmou o governador.

Desde a semana passada, a administração federal passou a barrar os nova-iorquinos de usarem novos passes e renovações do Global Entry e três programas que permitem viagens mais rápidas entre Estados Unidos, Canadá e México.

A decisão que entrou em vigor no dia 5 de fevereiro revoltou os moradores de Nova York que usam os programas e levantou preocupações nos setores de viagens e caminhões que dependem de verificações aceleradas na fronteira EUA-Canadá e nos aeroportos.

Na ocasião, o vice-secretário interino Ken Cuccinelli disse a repórteres que a falta de cooperação de segurança do Estado com as autoridades federais de imigração levou à suspensão dos programas de viagem.

Ele criticou o Estado por causa de uma lei aprovada no ano passado, em vigor desde o dia 16 de dezembro, que permite que os imigrantes solicitem carteira de motorista, mesmo que não possuam status legal, e também limita as informações que o Departamento de Veículos a Motor do Estado pode compartilhar com as autoridades federais de imigração.

 

*Todos os direitos autorais reservados. Para reproduzir essa matéria é obrigatório citar a fonte e incluir um link para o Portal BM News.