Flórida distribui ajuda para crianças afetadas por fechamento de escolas

TALLAHASSEEE – O governador Ron DeSantis anunciou nesta quarta-feira, 27, a inclusão da Flórida no programa Pandemic EBT e se torna o 37° Estado a distribuir dinheiro para estudantes, independente do status imigratório, que fazem parte do programa de lanche de custo  reduzido ou gratuito das escolas públicas.

O Primeiro Ato de Resposta às Famílias na luta contra o Coronavírus 2020, sancionada pelo presidente Donald Trump no dia 18 de março, tem uma verba de US$ 2 milhões que permite às secretarias estaduais executarem planos alimentares conforme as diretrizes da lei de Alimentação e Nutrição de 2008.

Em tempo: Veja a lista abaixo dos Estados que adotaram o benefício:

Alabama
Arkansas
Arizona
California
Colorado
Connecticut
Delaware
District of Columbia
Illinois
Indiana
Kansas
Kentucky
Louisiana
Maine
Maryland
Massachusetts
Michigan
Missouri
New Hampshire
New Jersey
New Mexico
New York
North Carolina
North Dakota
Ohio
Oregon
Pennsylvania
Rhode Island
Tennessee
Texas
Vermont
Virginia
Washington
West Virginia
Wisconsin
Wyoming

 

A resolução prevê a distribuição de até US$ 400 por criança qualificada e não anula o benefício de receber refeições que continuam sendo distribuídas pelas instituições que foram forçadas a adotar o ensino à distância há quase três meses.

Leia também: Estados distribuem ajuda em dinheiro para crianças afetadas pelo fechamento das escolas

A renda vai ser distribuída automaticamente em junho para mais de 2,1 milhões de crianças na Flórida que entraram de férias nesta quarta-feira e tinham acesso à merenda até a suspensão das aulas por conta do Covid-19.

Aqueles que já são contemplados pelo Programa de Assistência de Nutrição Suplementar (SNAP) vão ter o valor adicionado no saldo de seus cartões. As demais vão receber o auxílio pelo correio.

Na MANCHETE USA, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por US$12.99 por um semestre de nossos boletins exclusivos.