EUA vão pagar até UR$ 500 mil para inventor da melhor máscara contra Covid

(Foto: BM)
WASHINGTON – Um concurso foi lançado pelo governo dos Estados Unidos a fim de premiar  com até US$ 500 mil inventores de novas máscaras faciais de proteção contra o novo coronavírus. Os critérios para a escolha do equipamento avaliarão a eficiência na proteção, facilidade para respirar e melhor ajuste ao rosto.
A competição, chamada de “Desafio de Inovação de Máscara – Construindo a Máscara do Amanhã”, foi criada em parceria com o Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças ( CDC) para solucionar problemas comuns apontadas por quem utiliza máscaras diariamente como embaçamento dos óculos, irritação da pele do rosto, dificuldade na comunicação e os escape de partículas de saliva que podem vir a sair pelas laterais da máscara.
Como vai funcionar

O concurso será dividido em duas fases. A primeira, terá como foco o design e estética do produto. Serão consideradas reformulações de máscaras existentes e sugestão de novas tecnologias e materiais. As inscrições devem incluir os projetos para a construção das máscaras propostas.
Nesta etapa, 10 vencedores serão escolhidos. Estes levarão para casa o prêmio de US$ 10 mil.
Já na segunda fase, os competidores terão de desenvolver um protótipo com um design de máscara totalmente novo, sem se basear em nenhuma máscara existente. Os produtos serão testados, e os cinco vencedores dividirão o prêmio de US$ 400 mil – R$ 2,3 milhões.
O prazo para as inscrições na primeira fase do concurso vão até o dia 21 de abril. Contudo, somente cidadãos americanos podem concorrer.
* Com Agências