Espanha declara estado de emergência por 2ª onda de Covid

(Foto: EPA)

MADRI – O governo espanhol declarou neste domingo, 25, um segundo estado de emergência no país em decorrência de uma nova onda de infecções pelo coronavírus Sars-CoV-2.

A nova medida foi anunciada pelo primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, e será válida pelos próximos 15 dias. No entanto, o político já disse que pretende prorrogá-la até 9 de maio de 2021.

O alerta prevê um toque de recolher das 23h às 6h do dia seguinte em todo o território espanhol, exceto nas Ilhas Canárias.

“A nossa proposta, que terá de ser discutida, será prorrogar o estado de alarme por seis meses, até 9 de maio”, explicou o premiê durante discurso ao vivo na televisão.

Sánchez ainda lembrou que as pessoas já sabem o que precisam fazer contra a Covid-19. “Fique em casa o máximo possível. Não estamos bloqueados, mas quanto mais ficarmos em casa, mais protegidos estaremos”, enfatizou.

O objetivo do novo estado de emergência é reduzir o número de casos do coronavírus Sars-CoV-2 para menos de 25 por cada 100 mil habitantes. Atualmente, existem 400 contágios por 100 mil moradores no país.

Na última quarta-feira (21), a Espanha foi o primeiro país da União Europeia e o sexto do mundo a ultrapassar a marca de um milhão de casos de Covid-19.

Na MANCHETE USA, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por US$12.99 por um semestre de nossos boletins exclusivos.