Califórnia estabelece diretrizes rígidas para reabertura de grandes parques temáticos

LOS ANGELES – Autoridades na Califórnia, onde fica a Disneylândia, da Walt Disney, disseram nesta terça-feira, 20,  que grandes parques temáticos não podem reabrir até que o risco da Covid-19 na região caia para o nível “mínimo”.

Os sindicatos da Disneylândia haviam pedido anteriormente ao Estado para permitir que o resort, localizado em Anaheim, no Condado de Orange, fosse aberto quando a região atingisse um nível “moderado” de disseminação.

A decisão, anunciada pelo secretário de Saúde da Califórnia, dr. Mark Ghaly, indica que a Disneylândia e a Universal Studios, da Comcast Corp, não terão permissão para reabrir num futuro próximo.

“Não sei quando o Condado de Orange entrará no nível amarelo (mínimo)”, disse Ghaly em uma entrevista coletiva. De acordo com o plano da Califórnia, o nível amarelo ou mínimo significa número de casos diários de coronavírus em menos de um por 100 mil.

Ghaly afirmou que parques temáticos menores, com capacidade para 15.000 visitantes ou menos, serão autorizados a abrir com capacidade reduzida assim que os condados nos quais estão localizados atingirem o nível de propagação “moderado”.

Todos os outros parques temáticos da Disney, incluindo o Walt Disney World na Flórida, foram reabertos com capacidade limitada, exigência do uso de máscara e outras medidas de segurança.

Em setembro, a Disney anunciou que estava demitindo 28.000 funcionários de seus parques temáticos e colocou parte da culpa na relutância da Califórnia em permitir que os parques reabrissem.

Na MANCHETE USA, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por US$12.99 por um semestre de nossos boletins exclusivos.