Bolsonaro e Putin acertam soltura de Robson

obson está preso há quase dois anos na Rússia (Foto: Reprodução/Twitter / Estadão Conteúdo)

BRASÍLIA/ RÚSSIA – Os presidentes Jair Bolsonaro e Vladimir Putin acertaram a libertação do motorista Robson, preso na Rússia há um ano e oito meses por entrar no país com remédios ilegais para o pai da esposa do jogador Fernando. O presidente brasileiro enviou uma carta no último mês pedindo a soltura do motorista e Putin sinalizou com uma saída. As informações foram divulgadas pela revista “ÉPOCA”.

Na carta enviada a Putin, Bolsonaro argumentou que Robson entrou nessa situação por total desconhecimento da regra local. O documento foi levado pessoalmente a Moscou pelo presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelsinho Trad, e pela secretária de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Ministério das Relações Exteriores, Márcia Donner Abreu.

Leia também: Justiça russa prorroga prisão preventiva do motorista Robson até abril de 2021

Robson Nascimento de Oliveira, 48 anos, está preso há um ano e oito meses na Unidade Penal de Kashira, na Rússia. Ele era motorista do volante Fernando, que jogava no Spartak Moscou (RUS) na época, e entrou no país com remédios ilegais para o sogro do jogador. Robson não tinha conhecimento da ilegalidade dos medicamentos.