Após tocar o solo na Carolina do Sul, tempestade tropical provoca chuva intensa na costa oeste americana

Bertha deixou ruas alagadas em Charlestown

CHARLESTOWN – O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês) informou nesta quarta-feira, 27, a tempestade tropical Bertha vai perdendo força à medida que se aproxima do Canadá, mais ainda deve provocar muita chuva na costa oeste americana

O fenômeno tocou o solo no litoral da Carolina do Sul, a leste da cidade de Charleston, na manhã de quarta-feira com ventos sustentados de 80 km/h.

Na manhã de hoje, a tempestade se deslocava a 15km/h na região dos Grandes Lagos, levando chuva forte para Ohio e Pensilvânia.

Bertha, o segundo sistema com noque se antecipa ao início oficial da temporada no Atlântico, provocou fortes ventos e chuvas, e deve ocasionar inundações na costa oeste dos EUA.

A primeira temporada tropical formada antes da temporada oficial foi Arthur, que surgiu no dia 16 de maio perto do litoral do centro da Flórida. A previsão é que continue a se deslocar para o noroeste nesta noite.

A temporada de furacões no Atlântico começará oficialmente no dia 1º de julho, e terminará em 30 de novembro. Na quinta-feira passada, a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos EUA previu uma temporada “extremamente ativa”, com até dez furacões, dos quais seis podem ser muito poderosos.

* Com Agências

Na MANCHETE USA, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por US$12.99 por um semestre de nossos boletins exclusivos.